anciedade maconha

Maconha Para Ansiedade: Conheça 5 Tipos da Erva Para Aliviar os Sintomas!

Maconha

Viver no século XXI requer mais esforço do que gostaríamos. Ao mesmo tempo que é incrível ver o quanto a tecnologia consegue proporcionar evoluções significativas em diversas áreas da humanidade, passamos por horrores dos quais líamos apenas nos livros de História e ficção.

Sem muita surpresa, a Organização Mundial da Saúde (OMS) já considerou a depressão como mal do século, sendo esta uma doença silenciosa que atinge cerca de 10% da população mundial. Considerada uma epidemia, este é um número crescente a cada ano. Para o desespero dos sobreviventes, ela não está sozinha.

Outra doença que tira o sono e a tranquilidade de milhares de pessoas é a ansiedade. Tal como a depressão, a ansiedade se tornou uma enfermidade banalizada, porém, suas causas vão muito além da fome excessiva. 

De acordo com a OMS, esse mal atinge cerca e 33% da população mundial e tem apenas piorando devido a pandemia da Covid-19. O Brasil, por sua vez, há algum tempo tem despontado entre os primeiros países das listas, segundo a própria Organização.

O que é ansiedade?

A ansiedade possui sintomas tanto físico quanto psicológicos. De forma geral, sua manifestação se assemelha ao medo, dentre os diversos sinais, alguns dos mais comuns são: suor, aceleração do coração e enjoo estomacal. 

De fato, a doença atinge graus variados, podendo se manifestar de forma mais branda ou chegar a nível crônico. Nesse ponto crítico, ela passa a ser considera um transtorno, sendo conhecido como Transtorno de ansiedade Generalizada (TAG).

Vale ressaltar que estresse pós-traumático e Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC), também são classificados como transtornos de ansiedade. Já o transtorno do pânico costuma ser o sinal mais extremo da doença, acompanhado do intenso pavor da morte e demais sintomas físicos, como dificuldade para respirar.

As formas de manifestação da crise de ansiedade

Sintomas FísicosSintomas Psicológicos
Enjoo e vômitosAgitação e balanço de pernas e braços
Tontura ou sensação de desmaioNervosismo
Falta de ar ou respiração ofeganteDificuldade de concentração
Dor ou aperto no peitoPreocupação excessiva
Palpitações no coraçãoMedo constante
Dor de barriga (pode causar diarreia)Sensação de que algo ruim vai acontecer
Roer unhas, sentir tremores, falar muitoDescontrole sobre os pensamentos
Tensão muscularPreocupação excessiva com a realidade
IrritabilidadePânico
InsôniaPensamentos catastróficos
FormigamentoAngústia
NáuseaInquietação
Boca secaIncapacidade de relaxar
Ondas de calorSensação de estar “no limite”

Tratamento convencional contra a ansiedade

O diagnóstico da ansiedade é realizado por um médico especialista. A partir desse momento, a forma mais convencional de tratamento são medicamentos farmacológicos. No mercado atual, existe uma enorme variedade de drogas disponíveis, o que pode gerar dúvidas na prescrição e até mesmo ineficácia no processo. 

A revista científica sobre medicina, The Lancet, publicou recentemente um artigo listando os medicamentos mais populares do comércio usados contra a ansiedade. Os pesquisadores selecionaram 89 estudos contendo 25.441 pacientes e chegaram a 22 drogas em comum. São elas:

AgomelatinaAgomelatina
BenzodiazepinaBenzodiazepina
BupropionaBupropiona
BuspironaBuspirona
CitalopramCitalopram
DuloxetinaDuloxetina
EscitalopramEscitalopram
FluoxetinaFluoxetina
HidroxizinaHidroxizina
ImipraminaImipramina
MaprotilinaMaprotilina

Para fugir de tantas manipulações, muitas pessoas optam por outra saída para combater a ansiedade, vendo na cannabis a melhor opção natural para o tratamento.

A maconha para a ansiedade

A cannabis possui um histórico positivo quando o assunto é calmaria. A procura pela erva para fins medicinais tem crescido de forma expoente, tanto por ser natural, quanto por seus efeitos assertivos.

Em contrapartida, a maconha também pode causar desencadear reações de paranoia em algumas pessoas. Sendo assim, para tal finalidade, o mais recomendável é consumir um tipo de cannabis que teha menos THC (substância alucinógena) e mais canabidiol (CBD).

Com isso em mente, separamos cinco tipos de cannabis que são mais indicadas no tratamento contra a ansiedade. Confira a seguir!

1 – Harlequin

Harlequin é uma sativa dominante, com teor de CBD de cerca de 13% e THC menos de 5%. Nela predomina o mirceno, com sabor de manga e notas terrais amadeiradas. Ela auxilia a produzir a tranquilidade necessária para reverter quadros de ansiedade aguda e crônica.

2 – Bubba Kush

A variedade dessa cannabis tem cerca de 6% de THC, com sabor adocicado. Seu efeito provoca relaxamento capaz de tranquilizar ataque de ansiedade, mesmo que para isso cause sono. E depois uma leve larica.

3 – Charlotte’s Web

Esse tipo de maconha contém um dos maiores níveis de CBD do mundo, com a média de 20%. E tem baixíssima quantidade de THC, menos de 0,5%. Isso faz com que ela seja a mais indicada para o consumo infantil, pois tem efeitos psicoativos quase nulos. Ela tende a ser recomendado àqueles que procuram combater os sintomas da ansiedade sem necessariamente entrar na brisa.

4 – Harle-Tsu

Rica em CBD, ela é recomendada para o tratamento contra o estresse, dores, inflamações e nervosismo. Assim como a antecessora, quase não possui efeitos psicoativos.

5 – Purple Diesel

Eis aqui um tipo híbrido, combinando os efeitos energéticos das sativas e o tranquilidade e o relaxamento típico das indicas. Ela tem a quantidade de euforia necessária para tratar o pessimismo dos ansiosos, portanto, recomenda-se seu consumo durante o dia. O nome remete ao combustível, que por sua vez tem gosto mais adocicado e sabor pungente.

Então já sabe! Se você procura por uma alternativa fora da área de farmacologia, o uso da maconha para ansiedade se tornou uma realidade!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *