famosos que usam maconha

Conheça 21 famosos que usam maconha abertamente ou já usaram em algum momento da vida

Maconha

Faz tempo que a maconha saiu do espectro de droga malvista para um produto com um leque de potencial. Hoje o entorpecente derivado da cannabis é centro de inúmeros estudos científicos, alguns dos quais já provaram que, diferente do que muitas pessoas acreditam, ela é cheia de benefícios.

A maconha hoje é consumida de várias formas, desde o tradicional beck, passando por comidas, bebidas e fins medicinais. Indo além, agora também é possível encontrar linhas de cosméticos com base na cannabis. Tem para todo o gosto, perfumes, óleos, hidratantes corporais, sabonetes e assim por diante.

Então, por isso mesmo, muitos países começaram a legalizar a droga para uso recreativo. Sendo assim, cerca de 30 países já descriminalizaram a maconha. Algo que já estava na hora, afinal, o uso da erva cresce a cada ano. Tanto no meio dos reles mortais, quanto no mundo das celebridades.

Confira os 21 famosos que usam maconha

A título de pura curiosidade e, quem sabe, desencargo de consciência, listamos aqui alguns famosos que usam maconha abertamente ou já usaram a ervinha em algum momento da vida. Confira!

Megan Fox

Jennifer Aniston

Miley Cyrus

Rihanna

Charlize Theron

Whoopi Goldberg

Quentin Tarantino

Morgan Freeman

Lady Gaga

Kirsten Dunst

Susan Sarandon

Jack Black

Justin Timberlake

Brad Pitt

Patrick Stewart

Shawn Mendes

Cleo Pires

Rita Lee

Ludmilla

Gilberto Gil

Gregório Duvivier

E pode ter certeza que muitos, muitos outros também usam! Para saber mais a respeito da legalidade da maconha e outras drogas, leia: Conheça quais países já legalizaram as drogas.

Qual é a da maconha

A maconha é um entorpecente produzido por meio da Cannabis, planta que possui uma substância psicoativa conhecida como deta-9-tetrahidrocanabiol, o tão famoso THC. Embora seu consumo seja mais popular através do fumo, ela pode ser usada de outras formas, como por via oral, inalação e até mesmo intravenoso.

Amada por muitos e odiada por outros, fato é que a verdinha sempre esteve por aqui e tem ganhado cada vez mais lugar na sociedade mundial. Hoje, os países do ocidente que ainda não legalizaram a cannabis, seja ao menos para o uso medicinal, debatem sobre os prós e contras de sua legalização.

De qualquer maneira, embora não seja bem quista em certas regiões, ela certamente está presente em todo lugar. Para curtir uma onda, aliviar dores ou como tratamento alternativo para determinadas doenças, a maconha chegou para ficar.

O barato é provocado pelo THC, por isso, quanto mais elevado o índice da substância na cepa, maior será a viagem. 

A legalização da maconha medicinal pelo mundo

Cerca de 40 países já aprovaram a legalização da maconha para fins medicinais. Cada um com suas devidas legislações. Além das disputas judiciais de famílias versus Estado, outro motivo que tem impulsionado tal decisão é a receita bilionária gerada pela erva.

A poderosa indústria farmacêutica entrou no jogo assim que percebeu o potencial terapêutico da droga para certas doenças. Por mais que a visão do segmento seja por puro negócio, sua participação nas discussões levou peso à causa e tem ajudado a abrir portas para o uso da cannabis dentro da medicina.

Os Estados Unidos, por exemplo, regulamentaram em 2018 a produção de cânhamo, com baixo teor de THC e reclassificaram o canabidiol como substância de potencial terapêutico. Sendo assim, hoje, 34 dos 50 Estados, já reconhecem a maconha para uso medicinal.

O governo canadense, por sua vez, autorizou a comercialização de flores, extratos e pomadas de empresas licenciadas pela federação para produção e venda online da cannabis medicinal. Outro avanço feito pelo país foi oferecer a oportunidade do plantio para pessoas que precisam de medicamento à base herbal. Tudo feito através de um registro prévio.

Do outro lado, a União Europeia tem 21, dos seus 28 membros, que aprovaram a cannabis medicinal, cada um com suas respectivas legislações. Por exemplo, em Portugal o próprio governo é o responsável pelo cultivo, preparação e distribuição da maconha encontrada nas farmácias do país. Todos os medicamentos à base da erva precisam de prescrição médica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *