potencializar efeito da maconha

Como Potencializar o Efeito da Maconha

Maconha

Pra quem usa maconha de forma recreativa, um questionamento comum é como deixar a maconha mais forte pra não precisar aumentar a quantidade que se consomo, pois, conforme seu organismo vai se habituando com os efeitos da erva, a brisa vai ficando mais leve e curta. 

1- Consumo de uma maconha mais natural ou meios de deixar o prensado melhor 

A principal dica que encontramos quando pesquisamos sobre o assunto é: abandonar o consumo do prensado, na justificativa que a maconha mais natural e pura ser também mais forte e prazerosa. O prensadão muitas veze vem com outras coisas além da erva, o que pode diminuir o efeito do THC e torna-lo mais fraco.  Porém, às vezes, não é tão fácil ter acesso a uma maconha natural e pura, seja por acesso ou condição financeira. Aí cabe achar meios de tornar o prensadão melhor e o mais comum deles é lavar o prensado.

A ideia de lavar o prensado é como se fosse uma estratégia pra reduzir danos de outras químicas e impurezas que vem e também uma tentativa de deixar o beck melhor e mais natural (consequentemente mais forte). Alguns vídeos e blogs que mostram e ensinam a lavar o prensado, também ensinam que o THC e CDB são lipossolúveis, ou seja, se dissolvem em óleo e manteiga, não em água. Por isso, não tem problema (teoricamente) lavar seu prensado. 

O passo a passo pra lavar é simples: 

  • O primeiro passo é deixar a água quente/morna, mas SEM ferver, em um ponto de pré fervura, com algumas bolhas;
  • A dica é que dê uma separada no prensado primeiro e depois deixe ele de molho na água quente, de forma que fique imerso na água e vá se soltando, o processo deve levar uns 30 minutos e você pode precisar esquentar um pouco a água no processo se ela esfriar demais;
  • Separe as impurezas que vão se soltando e vai colocando a parte boa pra escorrer na peneira;
  • Por fim e a parte mais demorada é o processo de secagem, que é colocar em algum lugar arejado com papel toalha duplo por baixo e por cima (de forma que fique bem espalhado) até que fique seco, processo que pode demorar dia e se for preciso ir trocando o papel toalha.

2- Investir em produtos de qualidade pra fumar

Grande parte das dicas que vemos pra potencializar a maconha envolve investir em produtos de qualidade pra auxiliar a experiência de fumar, coisas como ao invés da seda comum usar uma blunt, ou, bong e etc. E como dito anteriormente, é preciso valorizar coisas mais naturais, se possível uma erva mais pura, um beck que acompanhe óleo de maconha ou haxixe também potencializa e muito o efeito do THC no organismo.

3- Comer maconha bate mais?

Uma galera fala e recomenda comer maconha ao invés de fumar, isso porque a absorção dos componentes parece ser maior quando ingerido do que quando carburado. A ingestão da maconha produz efeitos mais demorados, porém, mais intensos.

No caso o consumo de maconha para refeição obviamente não é puro, há milhões de receitas e vídeos aí na internet ensinando a fazer desde as receitas mais comuns que são de doces como bolos, brigadeiros, brownies, etc, até receitas mais elaboradas e salgadas que envolve preparo de carnes e molhos.

Além da vertente que defende o consumo de alimentos preparados com maconha, tem a vertente que defende o consumo de alguns alimentos que podem ser ingeridos para aumentar a absorção de THC no corpo, alimentos como manga, chá verde, chocolate amargo e diversos outros que você acha em listas aí pela internet são recomendados para serem ingeridos antes de fumar, pois eles aumentam e prolongam o efeito do THC no organismo.

4- Exercício Físico?

Muita gente, muito blog, muito maconheiro defende a pratica de exercício físico antes ou após o consumo de maconha, pois alegam que o efeito vem mais forte. A justificativa científica é que ao praticar exercício, a corrente sanguínea fica mais forte e o THC é teoricamente melhor absolvido pelo organismo, deixando a brisa mais intensa. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *