como cortar os efeitos da cocaina

Como Cortar o Efeito da Cocaína no Organismo? Saiba Tudo!

Cocaína

O número de pessoas que buscam por algum meio paliativo para cortar o efeito da cocaína no organismo é bem grande. No entanto, o problema está longe de ser tão simples quanto a questão em si.

Primeiro, é preciso considerar a frequência de uso, pois ela determina o período de ação da famosa brisa. No início, em um corpo livre da droga, o efeito da cocaína tende a ser mais duradouro, podendo chegar a cerca de 30 minutos de brisa.

Outro ponto relevante diz respeito à forma como ela foi consumida. Caso tenha sido injetada, os resultados são quase imediatos. Diferente de quando é inalada, por exemplo. 

Os efeitos da cocaína no corpo

A cocaína é comumente consumida na forma de pó, aspirada pela narina e absorvida pela mucosa do nariz, indo em seguida para a corrente sanguínea. Ao ser injetada ou fumada, a substância vai direto para o sangue que, impulsionado pelo coração, chega mais rápido ao cérebro.

Absorvida pela mucosa nasal, o efeito da cocaína do corpo leva em torno de 15 minutos para começar, durante cerca de 30 minutos. Já na forma injetável, o efeito tem início em apenas 15 segundos, com duração média de 15 minutos. De forma geral, a dependência química é acelerada conforme o tempo de início e término do efeito.

Uma vez dentro do corpo, os efeitos da cocaína são manifestados de três formas:

  1. Anestésico local: bloqueia os canais de condução do sódio às células nervosa, impedindo que o nutriente chegue até as conexões entre os neurônios.
  2. Cardiovascular: provoca taquicardia, elevação da pressão arterial, arritmias e, em alguns casos, ataque cardíaco.
  3. Ataca o sistema nervoso central: provoca dores de cabeça, perda de memória temporária e convulsões que podem levar à morte.

Como cortar o efeito da cocaína no organismo

No meio do senso comum existe a crença de que o café consegue cortar o efeito da cocaína. O fato é que ainda não há estudos concretos e efetivos a respeito disso, apenas pequenos testes. Junto à bebida, é possível encontrar outras soluções “milagrosas”, as quais também não possuem embasamento científico.

A verdade é que, por enquanto, não existe uma resposta totalmente certeira sobre o corte do efeito da droga. Até porque, as próprias consequências da cocaína no corpo variam muito de um organismo para o outro.

Ainda mais do que isso, os efeitos da substância dependem também de uma série de fatores, como a tolerância do organismo à droga, a forma como ela foi administrada e, principalmente, quais os ingredientes usados na sua mistura.

Para tentar abrandar os efeitos da droga no corpo, os profissionais da saúde recomendam repouso e hidratação. Mas apenas para situações eventuais. Em casos mais graves, como dependentes químicos, os especialistas indicam uma clínica de reabilitação, onde há profissionais capazes de tratar com segurança dos adictos.

Essa parte em questão é um sempre um assunto delicado, visto que depende da própria pessoa ter o desejo de ser ajudada. Caso contrário, não há muito o que ser feito, se não descansar e ingerir bastante líquido.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *